[1]
D. F. de ARAÚJO e E. L. M. de ABREU, “A SUBJETIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO RACIAL E O PROBLEMA DA FORMALIDADE PROCEDIMENTAL NAS AÇÕES AFIRMATIVAS”, Direito FAE, vol. 2, nº 1, p. 212–232, jun. 2020.