[1]
G. S. de F. de OLIVEIRA e G. ANDREASSA JR., “LIMITES ÉTICOS PARA A UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NO DIREITO PROCESSUAL”, Direito FAE, vol. 4, nº 2, p. 272–299, dez. 2021.