DA ESTABILIZAÇÃO DO RISCO LABORAL NA RESPONSABILIDADE CIVIL DO CLUBE EMPREGADOR PERANTE O ATLETA PROFISSIONAL DE FUTEBOL

  • Thais Poliana de ANDRADE FAE
  • José Lucas de MIRANDA
Palavras-chave: Direito Civil. Responsabilidade Civil. Teoria do Risco. Contrato de Emprego Desportivo. Atleta Profissional de Futebol.

Resumo

O instituto da responsabilidade civil permeia uma grande parte dos demais ramos do Direito, ensejando interessantes debates sobre sua aplicação nas mais diversas searas. Não é diferente no Direito do Trabalho, onde o estudo da responsabilidade civil das partes contratantes – Empregado e Empregador – provoca com frequência os Tribunais pátrios. Delimitando o âmbito da pesquisa, mostra-se extremamente instigante o estudo da figura da responsabilidade civil do empregador no âmbito desportivo. Para tanto, faz-se imperioso aperceber acerca dos desdobramentos possíveis quando um atleta profissional de futebol for lesado, seja no aspecto corpóreo ou mental, perquirindo quais os limites desta responsabilidade, e como ela se desdobra no âmbito processual. Objetiva-se, ainda, refletir sobre quem possui, de fato, o ônus reparatório, com vistas à teoria do risco profissional, e como os Tribunais têm se comportado quando provocados em demandas nas quais se discutam os limites da responsabilidade civil do clube empregador por lesões sofridas por atletas profissionais.

Referências

AGRESTA, Marisa Cury; BRANDÃO, Maria Regina Ferreira; BARROS NETO, Turíbio Leite de. Causas e Consequências Físicas e Emocionais do Término de Carreira Esportiva. Revista Brasileira de Medicina no Esporte, dez. 2008. Disponível em: . Acesso em 04 nov. 2019.
BOCATTO, Daniel. Depressão no esporte: cobrança por perfeição e alta expectativa levam profissionais ao limite mental. Fox Sports, dez. 2018. Disponível em: . Acesso em 17 out. 2019
BRASIL. Conselho de Justiça Federal. Disponível em: . Acesso em 29 out. 2019.
BRASIL. Supremo Tribunal Federal. STF decide que empregador tem responsabilidade civil objetiva em acidentes de trabalho nas atividades de risco. STF, set. 2019. Disponível em: . Acesso em 25 out. 2019.
BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. 1ª Turma. RR – 393600-47.2007.5.12.0050. Relator Ministro: Walmir Oliveira da Costa. Julgamento em 26 de fevereiro de 2014. Publicado no DJET em 07 mar. 2014.
BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. 2ª Turma. AIRR 82.59.2015.5.03.0143. Relator Ministro: José Roberto Freire Pimenta. Lex: Jurisprudência do TST, São Paulo, Publicado no DJ em 27 set. 2019.
BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. 7ª Turma. Ag-AIRR-1504-10.2011.5.03.0111. Relator Ministro: Luiz Philippe Vieira de Mello Filho. Julgado em 14 nov. 2018. Lex: Jurisprudência do TST, São Paulo, Publicado no DJ em 16 nov. 2018.
CARVALHO, Rute Cardoso. Aspectos Psicológicos das Lesões Desportivas: Prevenção e Tratamento. Psicologia.com.pt, abr. 2009. Disponível em: . Acesso em 02 nov. 2019.
CARVALHO DE MENDONÇA, apud NERY JUNIOR, Nelson; NERY, Rosa Maria de Andrade. Código Civil Comentado. 11. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.
CASSAR, Vólia Bonfim. Direito do Trabalho. 15. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2018.
CAVALIERI FILHO, Sergio. Programa de Responsabilidade Civil. 12. ed. São Paulo: Atlas, 2015.
CAVALIERI FILHO, Sérgio, apud RODRIGUES, Tayssa Cristine. Responsabilidade Civil Por Abandono Afetivo. Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: . Acesso em 04 nov. 2019.
CAVALIERI FILHO, Sergio. Programa de Responsabilidade Civil. 12. ed. São Paulo: Atlas, 2015.
CBF, Assessoria. Brasileirão: CBF produz Mapeamento de Lesões. CBF, abr. 2018. Disponível em: . Acesso em 18 out. 2019.
CBF. Campeonato Brasileiro de Futebol - Série A – 2019. Disponível em: . Acesso em 18 out. 2019.
DALLEGRAVE Neto, José Affonso. Responsabilidade civil no direito do trabalho. 3. ed. São Paulo: LTr, 2008.
DALLEGRAVE NETO, José Affonso. Dano Praticado por Atleta Profissional, In Direito do Trabalho Desportivo. Os Aspectos Jurídicos da Lei Pelé frente as Alterações da Lei n. 12.395/11 – Org. BELMONTE, Alexandre Agra; MELLO, Luiz Philippe Vieira de; BASTOS, Guilherme Augusto Caputo. Ed. LTr, 2013.
DE MARCHI, Cristiane. A culpa e o surgimento da responsabilidade objetiva: evolução histórica, noções gerais e hipóteses previstas no Código Civil. Revista dos Tribunais, Vol. 964, 2016.
FRANCESCHINI, Gustavo; CURY, Renato; CALIPO, Thales. Lesionado desde 2008, Kaká jogou Copa com perna debilitada, revela médico. UOL, out. 2010. Disponível em: . Acesso em 03 nov. 2019.
GAGLIANO, Pablo Stolze; PAMPLONA FILHO, Rodolfo. Novo curso de Direito Civil. Responsabilidade Civil. 10. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2018.
GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro, Responsabilidade Civil. 9. ed. 2014. São Paulo: Saraiva.
HOSPITAL ALBERT EINSTEIN. Quais são as principais lesões no futebol? Einstein.br, jul. 2017. Disponível em: . Acesso em 18 out. 2019.
LAGO Junior, Antônio apud GAGLIANO, Pablo Stolze. Novo curso de direito civil, v. 3: responsabilidade civil.
LEITE, Carlos Bezerra. Curso de direito do trabalho. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2018.
MARQUES, Dassler. Meio homem, meio máquina. Kaká foi ao topo e sucumbiu após queda física. Uol, dez. 2017. Disponível em: . Acesso em 03 nov. 2019.
MARTINS, Sérgio Pinto. Direitos Trabalhistas do Atleta Profissional de Futebol. p. 129. Atlas, 2011.
MENDES, Maria. Esportes mais populares do mundo; Guia Estudo, nov. 2018. Disponível em . Acesso em 02 nov. 2019.
NOGUEIRA, Thiago. Depressão, o mal do século, passa rasteira em jogadores de futebol. Super.FC, out. 2017. Disponível em: . Acesso em 17 out. 2019.
O GLOBO. Um Terço Dos Jogadores De Futebol Sofre De Depressão. Enigma Psiquiatria Desportiva, mar. 2019. Disponível em: . Acesso em 17 out. 2019.
PELUSO, Cezar. Código civil comentado: doutrina e jurisprudência. 12. ed. Barueri: Manole, 2018.
ROMA, Denison. Joelho, músculo, tornozelo: especialista fala sobre o tempo médio de recuperação das lesões do futebol. Globo Esporte, ago.2018. Disponível em: SABINO, Alex. Jogador brasileiro ganha quatro salários mínimos por mês em média. Folha de São Paulo, mai. 2018. Disponível em: . Acesso em 17 out. 2019.
SERPA LOPES, apud VEIGA, Mauricio Figueiredo Corrêa da. Temas Atuais de Direito Desportivo. São Paulo: LTr. 2015.
TARTUCE, Flávio. Coleção Rubens Limongi - Responsabilidade Civil Objetiva e Risco. Vol. 10. Rio de Janeiro: Forense, 2011.
TARTUCE, Flávio. Manual de Responsabilidade Civil - Vol. Único. Rio de Janeiro: Forense, 2018.
TRANSFERMARKT, Disponível em: . Acesso em 03 nov. 2019.
VEIGA, Mauricio de Figueiredo Corrêa da. Responsabilidade civil dos clubes de futebol em casos de acidente de trabalho. Justiça & Cidadania, abr. 2014. Disponível em: . Acesso em 31 out. 2019.
WORLDWIDE, Football Players. Football Can’t Ignore Mental Health Issues. FIFPRO, out. 2016. Disponível em: . Acesso em 17 out. 2019.
Publicado
09-06-2020
Como Citar
ANDRADE, T., & MIRANDA, J. L. de. (2020). DA ESTABILIZAÇÃO DO RISCO LABORAL NA RESPONSABILIDADE CIVIL DO CLUBE EMPREGADOR PERANTE O ATLETA PROFISSIONAL DE FUTEBOL. Revista De Direito Da FAE, 2(1), 164 - 211. Recuperado de https://revistadedireito.fae.edu/direito/article/view/50